top of page

Gesso Convencional e Gesso Sintético: Comparando Duas Abordagens de Imobilização


Quando se trata de imobilização ortopédica, duas opções comuns são o gesso convencional e o gesso sintético. Cada um tem suas vantagens e desvantagens, oferecendo escolhas importantes para pacientes em processo de recuperação.


O gesso convencional, muitas vezes chamado de gesso de Paris, é o método tradicional que utiliza uma mistura de sulfato de cálcio hemi-hidratado. Ele é conhecido por sua facilidade de aplicação e moldagem, tornando-o ideal para uma variedade de lesões. No entanto, o gesso convencional pode ser pesado e sensível à umidade, o que significa que os pacientes precisam ter cuidado ao mantê-lo seco.


Já o gesso sintético, feito de fibras de vidro impregnadas em resina de poliuretano, oferece vantagens modernas. Ele é mais leve, durável e resistente à água em comparação com o gesso convencional. Além disso, a secagem é mais rápida, permitindo uma recuperação mais ágil. No entanto, o gesso sintético pode ser mais caro e, em alguns casos, sua aplicação requer mais experiência.




Ambas as opções têm seu lugar na ortopedia, e a escolha entre gesso convencional e gesso sintético dependerá da natureza da lesão, preferências do paciente e recomendações do médico.

17 visualizações0 comentário

Comentários


Doutor Rafael Bispo - Ortopedista e Hipnoterapeuta

Ortopedia

bottom of page