top of page

Densitometria Óssea e Osteoporose: Medindo a Saúde dos Ossos

A densitometria óssea é um exame importante para avaliar a saúde dos ossos. Trata-se de uma técnica não invasiva que mede a densidade mineral dos ossos, fornecendo informações essenciais sobre sua resistência e risco de fraturas. Esse exame é frequentemente utilizado para diagnosticar a osteoporose, uma condição em que os ossos enfraquecem e se tornam mais suscetíveis a quebras.





A osteoporose é uma preocupação significativa, especialmente entre pessoas mais velhas. Medir a densidade óssea é fundamental para identificar a perda óssea precoce e ajudar a prevenir fraturas. Os resultados da densitometria óssea são geralmente relatados usando o T-score e o Z-score. O T-score compara a densidade óssea do paciente com a densidade óssea média de um adulto jovem saudável do mesmo sexo. Um T-score abaixo de -2,5 é indicativo de osteoporose. O Z-score compara a densidade óssea do paciente com a densidade média para a idade, sexo e etnia do paciente. É útil para identificar causas secundárias de perda óssea.


Através da densitometria óssea, é possível detectar a osteoporose em estágios iniciais e implementar medidas preventivas, como a adoção de uma dieta rica em cálcio, prática regular de exercícios e, se necessário, tratamentos específicos. Assim, essa técnica desempenha um papel fundamental na manutenção da saúde óssea e na prevenção de complicações associadas à osteoporose.

7 visualizações0 comentário

Comentarios


Doutor Rafael Bispo - Ortopedista e Hipnoterapeuta

Ortopedia

bottom of page